CONTRA O CÂNCER, SÉRGIO REIS PEDE NOVAS UNIDADES DE RADIOTERAPIA

Em reunião no Ministério da Saúde, na tarde desta terça-feira, o deputado federal Sérgio Reis (PRB-SP) cobrou do governo federal agilidade na análise dos processos para credenciamento de municípios e unidades de saúde ao Plano Nacional de Expansão da Radioterapia no SUS (Sistema Único de Saúde), especialmente do Hospital São Francisco de Assis, de Jacareí, interior de São Paulo. Ele justificou que o câncer é uma doença que está avançando seriamente sobre o país e que por isso são necessárias mais unidades de tratamento disponíveis para a população. Na sua avaliação, o atraso na implantação das novas centrais previstas no plano de expansão, como a de Jacareí, ocasiona sérios prejuízos a todo o Brasil.

Presentes também na reunião, o presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado estadual Arlen Santiago, e representantes dos municípios mineiros de Ponte Nova e Sete Lagoas, do Hospital da Baleia, de Belo Horizonte, e também do Hospital São Francisco de Assis, formalizaram um pedido para que o ministério tome providências urgentes para resolver as pendências processuais, para que as unidades de radioterapias sejam, enfim, instaladas e entrem em funcionamento.

O assessor da Coordenadoria Geral de Equipamentos e Materiais de Uso em Saúde, Marco Aurélio, explicou que o atraso na implantação do Plano de Expansão da Radioterapia no SUS se dá por conta da alta complexidade do assunto. Segundo ele, o próprio ministério se surpreendeu com o atraso na elaboração dos projetos, porém as empresas responsáveis já foram acionadas.

Sobre o caso de Jacareí, Aurélio disse que dois dos projetos do Hospital São Francisco de Assis já foram reprovados pela Vigilância Sanitária e pela área de engenharia nuclear do ministério, por erros na elaboração. Ele ressaltou, no entanto, que os erros não são de responsabilidade do hospital, mas das empresas selecionadas via licitação.

“Eu fico preocupado, porque o câncer está tomando conta do país”, desabafou o deputado Sérgio Reis, diante das explicações burocráticas da equipe técnica. E emendou: “Quem trabalha com saúde no Brasil já não sabe mais o que fazer”. Ele disse ainda que o governo precisa tomar uma posição e unir esforços para resolver os problemas da saúde, que afligem toda a população brasileira.

Ao final da reunião, ficou acertado um novo encontro com a presença dos técnicos da Secretaria de Atenção Básica e de outros setores do ministério.

O Plano

De acordo com o Plano de Expansão da Radioterapia no SUS, 65 municípios, em 22 estados e no Distrito Federal, serão beneficiados. Além da compra de aceleradores lineares, serão licitadas as obras para a construção dos chamados “Bunkers”, locais específicos destinados a abrigar os aceleradores para garantir a segurança dos pacientes e profissionais.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Fale com o Serjão

Deixe aqui sua mensagem para o Serjão

Enviando

©2018 Sérgio Reis

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account